Notícias

Virada Cultural Paulista em São José dos Campos

O evento acontecerá em cinco locais diferentes.

Neste final de semana, 19 e 20 de maio, acontecerá em São José dos Campos a 6ª edição da Virada Cultural Paulista, com cerca de 30 atrações e 43 apresentações, com destaque para grandes nomes da música brasileira como Dominguinhos e Luiza Possi, e as atrações regionais, como a Banda Voltz, Tuia Lencione, Nando Luz, entre outros.

O evento será realizado em cinco diferentes espaços espalhados pela cidade: Parque da Cidade, Teatro Municipal, Cine Santana, Espaço Mario Covas e Igreja São Benedito, com um diferencial: a Fundação Cultural Cassiano Ricardo prepara, pela segunda vez, uma programação especial apenas com artistas e grupos de São José, que somam mais de 10, e muitos deles se apresentam pela primeira vez na Virada.

Todas as atividades são gratuitas, as atividades que acontecem no Parque da Cidade não necessitam de ingressos, porém, para todos os outros lugares fechados será necessário a retirada de ingressos, com uma hora de antecedência, nos locais.

A Virada Cultural Paulista é realizada pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Prefeitura de São José dos Campos e a Fundação Cultural Cassiano Ricardo (FCCR).

Programação

Parque da Cidade

Dia 19/05
18h30 - DJ Dom KB (música) - "Dedicado pesquisador musical de grooves raros, o DJ Don KB, foi dono do renomado clube Jive que figurou entra as melhores baladas durante os 10 anos de existência. Ali trouxe à baila uma arca de raridades garimpadas do tesouro da música brasileira e que instituiu o samba-rock; ritmo esquecido do final da década de 70 e início de 80, como novo estilo musical que hoje permeia a programação da maioria dos clubes e baladas do Brasil inteiro.

19h30 - Apanhador Só (música) - "Formado por Alexandre Kumpinski (voz e guitarra), Felipe Zancanaro (guitarra), Fernão Agra (baixo) e Martin Estevez (bateria), o Apanhador Só demonstra impressionante destreza para fundir referências que vão da MPB ao pós-rock, sempre acompanhado de sua charmosa sucata percussiva. Com petardos como ""Um Rei e o Zé"", ""Prédio"" e ""Balão-de-Vira-Mundo"", a banda ocupou um grande número de listas de melhores discos nacionais de 2010."

20h30 - Irmãos Becker – Malabares (intervenção) - Passeando entre as pessoas com suas respectivas malas, dois malabaristas cômicos retiram delas diversos materiais que serão o mote para a interação com o público.

21h - Fernando e Fabiano (música) - Em 2002, o álbum "Dona da minha vida" consolidou o nome Fernando e Fabiano, com músicas românticas como o sucesso "Baby sempre te amei". Trabalho, união, dedicação e profissionalismo constroem a carreira da dupla. O show é composto por um repertório alegre, com canções próprias, bem como hits de sucesso, transitando por vários ritmos da música sertaneja.

22h - Irmãos Becker – Malabares (intervenção) - Passeando entre as pessoas com suas respectivas malas, dois malabaristas cômicos retiram delas diversos materiais que serão o mote para a interação com o público.

22h30 - Luiza Possi (música) - A cantora lançou seu primeiro CD "Eu Sou Assim", em 2002. Comemora 10 anos de carreira com o lançamento do projeto "Seguir Cantando", seu sexto CD e segundo DVD, que conta com as participações de Zizi Possi, Thiaguinho e Ivete Sangalo. Segue turnê pelo Brasil com repertorio baseado no novo trabalho com musicas como "Ainda É Tudo Seu", "Deixa Estar" e ainda os sucessos: "Tudo Que Há de Bom", "Eu Espero" e "Tudo Certo". A banda que acompanha a cantora é formada pelos músicos Bruno Coppini (baixo), Ramon Montagner (bateria), Will Bone (metais), Conrado Goys (guitarra e violão)."

23h30 - Irmãos Becker – Malabares (intervenção) - Passeando entre as pessoas com suas respectivas malas, dois malabaristas cômicos retiram delas diversos materiais que serão o mote para a interação com o público.

Dia 20/05
0h00 - Móveis Coloniais de Acaju (música) - Fácil de gostar, difícil de classificar! Assim é a banda Móveis Coloniais de Acaju. Aclamada por suas apresentações ao vivo, o grupo tem mostrado uma nova força nas ações pela Internet. A gravação ao vivo do videoclipe da música "O tempo" concorreu a melhor clipe e webclipe pelo MTV VMB 2011. Em produção de seu terceiro disco, o grupo traz repertório de seus dois discos (presentes no DVD ao vivo - 2011) e renovado por novas composições.

1h30 - DJ Dom KB (música) - "Dedicado pesquisador musical de grooves raros, o DJ Don KB, foi dono do renomado clube Jive que figurou entra as melhores baladas durante os 10 anos de existência. Ali trouxe à baila uma arca de raridades garimpadas do tesouro da música brasileira e que instituiu o samba-rock; ritmo esquecido do final da década de 70 e início de 80, como novo estilo musical que hoje permeia a programação da maioria dos clubes e baladas do Brasil inteiro.

14h - Fiandeiras da Palavra (contação de histórias) - O grupo surgiu no Vale do Paraíba, interior de São Paulo, e iniciou suas atividades em 2010, a partir da parceria firmada entre as contadoras de histórias Cíntia Moreira e Flávia D'Ávila, que juntas montaram o espetáculo Histórias que o Vento me Contou... sendo apresentado em São José dos Campos, Jacareí e no Simpósio Internacional de Contadores de Histórias no SESC de Copacabana, Rio de Janeiro. Em 2011, com o intuito de dar continuidade à parceria, nasceu o espetáculo A morte, a rosa, a cantiga contos de amor sobre a força feminina. Neste trabalho, a musicista Cristiane Celly passou a integrar o grupo, assumindo a direção musical dos espetáculos.

15h - Grupo Paranga (música) - Com o show "Tributo a Elpídio dos Santos", em comemoração ao centenário do compositor, o Paranga reverencia sua obra e aproveita para homenagear também o centenário do cineasta Mazzaropi, já que Elpídio era o compositor das trilhas sonoras dos seus filmes. O repertório, cuidadosamente escolhido, conta com arranjos de seu filho Negão dos Santos, que permitem uma releitura atualizada de suas composições.

16h - Cia. Buzum – Darwinbr (intervenção) - A idéia central do espetáculo Filhotes do Brasil é a relação dos pais com seus filhotes, mostrando a proximidade existente nas relações entre pais e filhos de qualquer espécie. Desta forma, queremos colocar as crianças em contato com a relação de sobrevivência na floresta Amazônica, habitat escolhido para ambientação. O diferencial do espetáculo vem com a construção dos bonecos - todos feitos de material orgânico, como cabaças, peneiras, buchas vegetais etc

16h30 - Casuarina (música) - Eleito melhor grupo de samba do Brasil em 2010 no Prêmio da Música Brasileira, o principal do país - o grupo Casuarina chega aos 10 anos em 2011. Desde 2001 na estrada, o quinteto lança seu quarto disco, "Trilhos/Terra Firme" (Superlativa/Warner Music). Formado por Daniel Montes (violão de 7 cordas), Gabriel Azevedo (pandeiro e voz), João Cavalcanti (tantan e voz), João Fernando (bandolim e vocais) e Rafael Freire (cavaquinho e vocais), o Casuarina projetou-se a partir da Lapa carioca para todo o Brasil e, também, para outros países, como Bélgica, Eslovênia, Espanha, França, Holanda, Inglaterra, Israel, Suécia e Angola, locais em que se apresentou em suas cinco turnês internacionais.

17h30 - Cia. Buzum – Darwinbr (intervenção) - A idéia central do espetáculo Filhotes do Brasil é a relação dos pais com seus filhotes, mostrando a proximidade existente nas relações entre pais e filhos de qualquer espécie. Desta forma, queremos colocar as crianças em contato com a relação de sobrevivência na floresta Amazônica, habitat escolhido para ambientação. O diferencial do espetáculo vem com a construção dos bonecos - todos feitos de material orgânico, como cabaças, peneiras, buchas vegetais etc

18h - Dominguinhos (música) - Luiz Gonzaga deu o tom e Dominguinhos seguiu a melodia da sanfona. Mais do que aprender, o discípulo inovou a arte do mestre! Dominguinhos deu a sanfona sotaques novos e diferentes. Não abandonou o baião do seu padrinho, mas também não deixou de passear em outras praias da música brasileira. O trabalho de Dominguinhos é mais uma prova de que pouco importa o sotaque ou origens quando trata de fazer música. No Universo dos sons e dos ritmos o que conta mesmo é a sensibilidade, responsável pela emoção, e o talento, capazes de transformar idéias e conceitos em obras de arte.


Teatro Municipal de São José dos Campos

Dia 19/05
18h - Abertura Oficial - "O espetáculo é a décima obra criada por Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira. Neste trabalho, o grupo aprofunda a questão que foi levantada no trabalho de 2010 - "Baseado em Fatos Reais": a memória do presente, pois não é possível voltar no tempo. Uma lembrança é constituída apenas de fragmentos do que se passou, e o corpo conta o que aconteceu no exato momento do agora. Porque "A Revolta da Lantejoula" ? "Talvez porque com apenas uma única lantejoula você não enxerga o bordado, mais cada lantejoula é importante para que o bordado seja visto". Duração: 50 minutos. Classificação Indicativa: Livre. "

18h30 - Ana Catarina e Ângelo Madureira (dança) - Desde 2000, Ângelo Madureira e Ana Catarina Vieira desenvolvem juntos um projeto de pesquisa investigativa para dança baseado no dialogo entre suas diferentes formações artísticas: uma erudita, outra popular. Ana, formada na técnica do Ballet Clássico e Ângelo, egresso do Balé Popular do Recife. Eles já ganharam diversos prêmios e vêm conquistando platéias e a critica especializada de todo o Brasil e do mundo. Todas as obras artísticas são resultado de um amplo processo de pesquisa onde o balé clássico, a dança contemporânea e a cultura popular se reconfiguram em uma nova linguagem.

19h30 - Du Circo – Malabares (intervenção) - Du Circo é um artista circense, malabarista profissional e palhaço por natureza. Sempre entretendo o público com sua técnica, carisma e cara de pau, por muitos anos foi professor de malabares e participou de diversas convenções e encontros de malabarismo e circo brasileiros, europeus, chilenos e argentinos.

20h30 - Tuia Lencioni (música) - Depois de 11 anos a frente do Dotô Jéka, o cantor e compositor do Vale do Paraíba Tuia, lançou seu primeiro trabalho solo "Tuia Ao Vivo". Seu novo single/clipe da música FLOR está sendo lançado pela gravadora Sony Music. A música já está entre as três mais pedidas em Fortaleza, João Pessoa e Belo Horizonte. O disco novo está sendo gravado em SP com a produção de Maurício Cersósimo, com previsão de lançamento em junho de 2012.

21h30 - Du Circo – Malabares (intervenção) - Du Circo é um artista circense, malabarista profissional e palhaço por natureza. Sempre entretendo o público com sua técnica, carisma e cara de pau, por muitos anos foi professor de malabares e participou de diversas convenções e encontros de malabarismo e circo brasileiros, europeus, chilenos e argentinos.

22h30 - Samba de Roda Nega Duda (música) - O grupo surgiu em 2007 a partir da experiência que Nega Duda trouxe de sua origem Baiana à cidade de São Paulo. Os encontros com os amigos, as festas e suas cantorias nas terras paulistas revelaram peculiaridades das cantigas, da dança, das histórias que Nega Duda manifestava, gerando assim o grupo Samba de Roda Nega Duda. O grupo, além dos shows, está comprometido com a cultura baiana do Samba de Roda e sua luta pela continuidade deste patrimônio histórico e artístico da nossa cultura.

23h30 - Du Circo – Malabares (intervenção) - Du Circo é um artista circense, malabarista profissional e palhaço por natureza. Sempre entretendo o público com sua técnica, carisma e cara de pau, por muitos anos foi professor de malabares e participou de diversas convenções e encontros de malabarismo e circo brasileiros, europeus, chilenos e argentinos.

Dia 20/05

0h30 - Lulina (música) - A pernambucana radicada em São Paulo é conhecida por gravar discos de forma caseira, tendo 9 álbuns distribuídos na internet desde 2001. Cristalina é a sua estréia oficial, numa compilação de seus 6 primeiros anos de produção, lançado em 2009. Cantora de voz suave, as composições de Lulina passam por temáticas lúdicas e bem-humoradas, sendo ora doces, ora sarcásticas. Em 2012 promete lançar seu segundo disco de estúdio.

2h - Du Circo – Malabares (intervenção) - Du Circo é um artista circense, malabarista profissional e palhaço por natureza. Sempre entretendo o público com sua técnica, carisma e cara de pau, por muitos anos foi professor de malabares e participou de diversas convenções e encontros de malabarismo e circo brasileiros, europeus, chilenos e argentinos.

2h30 - Bem Ludmer (Stand Up) - "O comediante se aproveita dos seus talentos de mágico para, junto com a comédia, surpreender os espectadores com momentos inesperados de ilusionismo atrelados ao texto e aos comentários do cotidiano. Duração: 60 minutos. Classificação Indicativa: 14 anos."

10h30 - Gangorra (Teatro Infantil) - "É o projeto de música infantil dos músicos e compositores Vange Milliet e Paulo Lepetit, surgido espontaneamente a partir do convívio com os filhos Kim e Yuri e seus amigos. As musicas, todas de autoria do casal, tratam de temas que refletem o cotidiano, o universo e os questionamentos das crianças. Duração: 60 minutos. Classificação Indicativa: 2 anos."

13h - Namakaka (intervenção) - "Espetáculo infanto-juvenil que recorre intensivamente ao humor; descontraído, dinâmico e cheio de variedades e atrações, mostra o convívio entre três personagens: os palhaços Cara de Pau, Montanha e Cafi, que disputam os aplausos do público, aceitando os próprios equívocos como fonte de inspiração e improvisação. Com uma montagem rápida e versátil, o espetáculo "É Nóis na Xita", transforma qualquer lugar em um verdadeiro circo! "

13h30 - Namakaka – É nóis na xita (circo/teatro) - "Espetáculo infanto-juvenil que recorre intensivamente ao humor; descontraído, dinâmico e cheio de variedades e atrações, mostra o convívio entre três personagens: os palhaços Cara de Pau, Montanha e Cafi, que disputam os aplausos do público, aceitando os próprios equívocos como fonte de inspiração e improvisação. Com uma montagem rápida e versátil, o espetáculo "É Nóis na Xita", transforma qualquer lugar em um verdadeiro circo! "

14h30 - Namakaka (intervenção) - "Espetáculo infanto-juvenil que recorre intensivamente ao humor; descontraído, dinâmico e cheio de variedades e atrações, mostra o convívio entre três personagens: os palhaços Cara de Pau, Montanha e Cafi, que disputam os aplausos do público, aceitando os próprios equívocos como fonte de inspiração e improvisação. Com uma montagem rápida e versátil, o espetáculo "É Nóis na Xita", transforma qualquer lugar em um verdadeiro circo! "

15h - Pitanga em Pé de Amora (música) - O grupo paulistano possui um trabalho 100% autoral. Influenciados por Guinga, Chico Buarque,Tom Jobim e Pixinguinha, os cinco amigos de adolescência, compositores e intérpretes apresentam um frescor a canção popular com seus instrumentos acústicos. Ângelo Ursini (saxofone, clarinete e flauta), Daniel Altman (violão 7 cordas e voz) e Gabriel Setúbal (trompete, violão e voz) se revezam nas composições do grupo que tem Diego Casas (violão e voz) como letrista oficial. Flora Poppovic, principal intérprete, além da percussão precisa dá o toque feminino à banda com sua linda voz. Sambas, choros, frevos e canções fazem parte do repertório.

16h - Namakaka (intervenção) - "Espetáculo infanto-juvenil que recorre intensivamente ao humor; descontraído, dinâmico e cheio de variedades e atrações, mostra o convívio entre três personagens: os palhaços Cara de Pau, Montanha e Cafi, que disputam os aplausos do público, aceitando os próprios equívocos como fonte de inspiração e improvisação. Com uma montagem rápida e versátil, o espetáculo "É Nóis na Xita", transforma qualquer lugar em um verdadeiro circo! "

16h30 - Banda Sinfônica do Estado de S. Paulo (música) - Além do repertório original e de transcrições de obras consagradas, a Banda Sinfônica tem a preocupação de executar música genuinamente brasileira e também estimula a criação de novas obras para essa formação instrumental. Parte deste trabalho está registrada nos CDs Suíte Tropical (2003) e Fantasia Amazônica (2004). Composta por 82 instrumentistas, tem direção artística e regência titular do maestro Marcos Sadao Shirakawa e está sob a gestão do Instituto Pensarte, Organização Social ligada à Secretaria de Estado da Cultura.

Espaço Cultural Cine Santana

Dia 19/05
19h - Crattos (música) - Originou-se na cidade de São José dos Campos em 2010 com Felipe W (atual vocalista), a principal proposta da banda sempre foi a de músicas autorais embora tenha tido um desvio em meados de 2010 quando a proposta principal se tornou secundária e a Banda começou a ganhar seu espaço com Covers acústicos. No início de 2011, com uma nova formação volta com músicas autorais mais trabalhadas e maduras. Hoje a banda se encontra em processo de produção de seu primeiro CD.

20h30 - Beatles Cover (música) - Vestidos e produzidos a caráter (ternos e perucas) e com réplicas dos instrumentos dos "Beatles" a Banda Mr. Johnny enfatiza em seu show as três fases musicais do Quarteto de Liverpool. Foi eleita a melhor banda Cover dos Beatles no ano de 2003, em um evento realizado em Santos com mais de 15 bandas de todo o estado de São Paulo.

22h - Banda Anoxica (música) - A banda surgiu em São José dos Campos, faz um som calcado no hardcore de linhas melodiosas, com temas que falam sobre o cotidiano da geração de hoje. A linha vocal da cantora Patrícia traz ao som do Anoxika uma suavidade e leveza, próprias da voz feminina, porém sem tirar o peso e a agressividade característica da banda. O CD "As fadas morrem ao Amanhecer" mostra um repertório de músicas marcantes, pesadas e melódicas. Uma ótima opção para os fãs de hardcore e de rock em geral.

23h30 - Ave Cesar Pope Show (música) – O projeto tem o objetivo de promover a música brasileira e apresentar um espetáculo alegre e divertido em que o público desfruta de uma viagem pelo amplo repertório do artista. Com intuito de divulgar a diversidade cultural brasileira, o espetáculo transita pelos mais variado ritmos e traz uma temática urbana com sonoridade étnica e moderna. A finalidade é presentear o público com canções em que a sensibilidade e a energia rítmicas e juntam num espetáculo único por seu caráter inovador.

Dia 20/05
11h - Grupo Viola Divina (música) – Grupo de amigos com o mesmo gosto musical e objetivo, se encontram diariamente para colocar em prática algo que para eles é mágico, através do prazer de tocar viola e relembrar sua raiz, permitindo ao público um grande prazer em se encontrar com a boa música caipira. O grupo composto por 15 violeiros, entre eles engenheiros, professores e empresários, sendo 4 vozes e 11 violas vem com um rico repertório da música sertaneja visando a qualidade da boa música raiz.

14h30 - Nando Luz Acústico (música) – O músico, cantor e compositor apresenta seu novo show com um trabalho consolidado ao longo de três décadas, trazendo neste repertório canções próprias, em formato acústico, que representam diversas fases de sua carreira. O cantor que já participou de projetos significativos da música popular brasileira e dividiu o palco com nomes como Flávio Venturini, Nando Reis, Toni Garrido, Vânia Bastos, Lô Borges, entre outros, também mostra releituras de canções de Jorge Mautner, Péricles Cavalcanti, Lenine, entre outros.

16h - Banda Voltz (música) – Banda independente criada em São José dos Campos em 1999. Em seus 12 anos de trajetória, conquistou diversos prêmios em vários festivais. Venceu o concurso do Guaraná Antártica Street Festival/2007, com parceria da Som Livre, possibilitando a gravação do CD"Um Novo Sol". O grupo participou de vários programas de TV e tem 04 videoclips veinculados na MTV e no Multishow. Em comemoração aos 12 anos de trabalho, gravaram ao vivo o show "Voltz – 12 anos ao vivo", resultando num Box duplo de CD / DVD que acabou de ser lançado. Neste show a banda valoriza ainda mais suas canções, criando assim um clima intimista e envolvente, que convida a platéia para dentro do seu universo pop/rock.

Espaço Mário Covas

Dia 19/05
18h - Raul de Sá - Piano e MPB (música) – Sendo tão rica e cheia de compositores e interpretes de talento, como é a nossa Música Popular Brasileira, não é difícil encontrar uma infinidade de obras de rara beleza e emoção. Existem inúmeras formas e possibilidades de se apresentar essas obras, com diversas formações musicais e instrumentos, os mais variados. Sendo assim, a idéia é apresentar ao público um repertório que contemple as chamadas obras já conhecidas, como também aquelas não tão bem conhecidas

19h30 - Denílson de Paula Trio (música) – Denílson de Paula Trio vem desenvolvendo sua carreira desde outubro de 2010, com a proposta de fazer música instrumental misturando diferentes idéias, ritmos, informações e influências musicais, valorizando a criação em conjunto e buscando sempre sua própria identidade musical.

21h - Quasar - Emepebeando na MPB (música) – O musical Quasar tem como concepção, divulgar a música brasileira com suas variedades de tendências e estilos, mesclado assim musicas inéditas com musicas de compositores da nossa MPB, o quarteto de cordas e voz, vem se apresentando em vários Centros Culturais, Fundações, SESC, escolas públicas e outros. O objetivo é levar as comunidades mais carentes e despertar o desenvolvimento musical na juventude.

Igreja São Benedito

Dia 19/05
19h - Recital Brasilidade (música) – Recital com repertório montado exclusivamente com obras de compositores brasileiros, com breves explanações sobre a vida e a obra dos compositores, e a importância do repertório brasileiro tanto no Brasil como no restante do mundo. As obras são compostas especificamente para flauta e o piano, com exceção das obras de Carlos Gomes, Villa Lobos e Pixinguinha, que são possíveis de serem apresentadas com essa formação, ou foram arranjadas e ou adaptadas para a mesma.

20h30 - Duo Brasileiríssimo (música) – O Duo nasceu graças a um ocasional encontro entre Mateus Bustamante e Márcio Oliveira, que iniciaram na mesma época um curso de graduaçãoem Educação Musical. Sem grandes pretensões se reuniram para tocar e estudar, e em menos de três meses já estavam executando um belo repertório com arranjos próprios. Desde então, o Duo vem se apresentando na região. O Duo chega ao mercado com a proposta de atuar no mercado fazendo uma ponte entre o violão clássico e o violão popular.

Mais informações pelos telefones (12) 3924-7328/ 3924-7337

Informações da Assessoria de Imprensa FCCR