Notícias

Academia Marial realiza VII Congresso Mariólogico

O congresso é uma parceira com a Faculdad Dehoniana

A Academia Marial de Aparecida, com o objetivo de tornar cada vez mais viva a devoção mariana, realizou de 2 a 5 de maio o VII Congresso Mariológico no Santuário Nacional em Aparecida (SP).

O evento está inserido dentro das comemorações do ‘Ano da Fé’ e da comemoração dos 50 anos do Concílio Vaticano II, momentos importantes para a Igreja Católica em 2013.

O tema deste ano: ‘Maria na Vida da Igreja: graça e esperança’ refletirá aspectos da devoção mariana e outros desdobramentos e aplicações pastorais da Igreja a partir da Constituição Dogmática Lumen Gentium, um importante documento do Concílio Vaticano II.

Teólogos de renome fizeram parte lista dos palestrantes:

Padre João Carlos Almeida, conhecido como padre Joãozinho, doutor em Educação pela USP, em Teologia pela PUC-SP e em Espiritualidade pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma; Irmão Afonso Murad, doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma; o pastor Rui Luís Rodrigues, membro da Comunidade evangélica Carisma de Osasco (SP) e doutor em História Social pela USP; Maria Antonia Marques, doutora em Ciências da Religião, com aprofundamento na história e literatura do Antigo Israel e padre Marcial Maçaneiro, doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

A abertura do Congresso aconteceu no dia 2 de maio às 14h no Auditório Noé Sotillo, que fica no subsolo do Santuário Nacional. A cerimônia foi presidida pelo presidente, o Cardeal dom Raymundo Damasceno Assis. A conferência de abertura foi proferida pelo padre Joãozinho, sob o tema: ‘Maria no Concílio Vaticano II: contexto e intenção’.

Padre Joãozinho destacou do evento de 2014 o contexto das comemorações especiais da Igreja e a proposta do tema de sua palestra.

“O Congresso Mariológico deste ano se insere no contexto das comemorações dos 50 anos do Concílio Vaticano II. Em 2014 iremos comemorar os 50 anos da aprovação da Constituição Dogmática Lumen Gentium, sobre a Igreja, e que tem como 8° e último capítulo o famoso texto sobre ‘A Bem-aventurada Virgem Maria, Mãe de Deus, no mistério de Cristo e da Igreja’. Coube-me neste congresso a tarefa de aprofundar este texto no seu contexto original”.



O teólogo afirma ainda que o capítulo que destaca a Mãe de Jesus tem a capacidade de aprofundar de modo sempre novo a devoção à Maria.

“Posso dizer de antemão que cada vez que leio o breve texto da Lumen Gentium sobre Maria descubro novas questões que me motivam a purificar e aprofundar a devoção à Mãe de Deus e Mãe da Igreja”.

O encerramento foi no dia 5 de maio, no Santuário Nacional, com uma celebração eucarística às 8h.



O VII Congresso Mariológico foi uma parceria da Academia Marial de Aparecida com a Faculdade Dehoniana.